Conhecendo o Cerrado
(31/08/2016)

CONHECENDO O CERRADO BRASILEIRO
O Cerrado é o sistema biogeográfico mais antigo do planeta, com 65 milhões de anos. O cerrado Brasileiro é considerado a área de savana com mais rica biodiversidade do mundo. É uma floresta d cabeça para baixo. Duas terças partes da vegetação são subterrâneas. Um complexo sistema de raízes o torna responsável por reter mais de 70% das águas das chuvas.
Com isso se formaram algumas dos maiores aquíferos do mundo. Deles brotam as nascentes do rio São Francisco e da maior parte dos seus afluentes, as nascentes de grande parte dos seus rios que foram a bacia Paraná-Prata, e Tocantis, o Teles Pires e o Madeira.
O cerrado é o segundo maior bioma brasileiro e se estende por dez estados. É predominante no Mato Grosso, Mato Grosso Sul, Goiás e Tocantis, mas está presente também em Minas Gerais, Maranhão, Piauí, São Paulo e Paraná.

O CERRADO AMEAÇADO
O equilíbrio e harmonia do cerrado foram rompidos com os bandeirantes á procura de ouro e escravos. Violência que durou séculos. Nas últimas décadas a situação se agravou.
A transformação do Cerrado em grande produtor de gado, soja, cana de açúcar, algodão e eucalipto se dá com devastação ambiental em intensidade e velocidade nunca antes vistas, e com uso intensivo de agrotóxicos. Esta ocupação irracional do Cerrado começa a apresentar graves consequências:
• Centenas de nascentes de água, córregos e rios de médio porte já secaram e outros estão secando.
• Populações indígenas estão cada vez mais pressionadas. Sobretudo no Mato Grosso do Sul, os índios estão espremidos em áreas que não lhes garantem a sobrevivência.
• As comunidades sertanejas diminuíram drasticamente e suas populações estão inflamando as periferias pobres das grandes cidades.
• Segundo o ministério do Meio Ambiente, o desmatamento alcançou 48,5% do bioma. Um ritmo muito mais alucinante do que na Amazônia.

AINDA É TEMPO!
Para garantir a sobrevivência dos rios e o próprio equilíbrio do planeta são necessárias medidas imediatas para conter os avanço da devastação. Ainda é tempo. Se a lógica capitalista for mantida, colocando a exploração econômica acima da defesa da natureza e dos direitos da vida, em pouco tempo estaremos lamentando a loucura que as pessoas desta nossa época praticaram.
• A estratégia de conservação do Bioma Cerrado passa necessariamente pelo fortalecimento das comunidades que nele habitam. O que requer:
• O acesso garantido á terra e aos seus recursos,
• A defesa dos seus saberes e tradições,
• A preservação de suas sementes tradicionais,
• A adoração de um modelo de desenvolvimento com base nos fundamentos da agroecologia,
• Apoio a todas as iniciativas de recuperação de nascentes, de matas ciliares e de despoluição dos cursos de água.


Versão para impressão
    Sobre o autor
Neusa Gripa

Assistente Social, coordenadora do Banco Pire
Outros artigos

  » O que é uma Economia Solidária?
  » Comunhão com o povo de Brumadinho
  » NOTA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS CATEQUISTAS FRANCISCANAS
  » Confie Sempre
  » Sementes de ontem, frutos de hoje, Sementes de hoje, frutos de amanhã!
  » Só de Sacanagem
  » Eleições 2018:Compromisso e Esperança
  » Economia Solidária como alternativa e crítica ao capitalismo
  » Os Jogos Olímpicos entre patriarcado e elitismo
  » Conhecendo o Cerrado
  » 2ª Romaria do Cerrado
  » Campanha de Coleta de Assinaturas #Contra o Golpe #Fica Dilma #Avança Senaes
  » TRAJETORIA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA E BANCO PIRE EM DOURADOS - MS
  » A dolorosa resistência dos Guarani Kaiowá
  » Violência contra guaranis no Brasil pode ser considerada uma crise humanitária
  » Sobre a Água
  » A crise é hídrica, não energética
  » Sobre a água: Sem drama. Sem sentido. Sem vida!
  » Plebiscito popular por reforma política é nesta semana
  » Reforma política: somar, não dividir!

1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - Próxima
Banco Pire 2020 - Rua Ramão Osório, N° 10 - Vila São Braz - Dourados - MS - CEP: 79843-250
Fone: (67) 3020-2504 / (67) 99657-2504 - E-mail: ammbancopire01@gmail.com