Dia da Economia Solidária
(15/12/2012)

Dia 15 de dezembro, comemoramos o dia da Economia Solidária. Você sabe por que foi escolhida esta data?
Foi para homenagear o grande símbolo de resistência e de luta pelo desenvolvimento sustentável com responsabilidade social e ambiental. Ele é Chico Mendes, o conhecido ativista ambiental que nasceu em Xapuri, estado do Acre, nesta data de 15 de dezembro de 1944.
Mas como se liga a figura de Chico Mendes com a Economia Solidária? Primeiro, porque a palavra Economia tem a mesma raiz de Ecologia. “Oikos” quer dizer “Casa”.
E Chico Mendes compreendeu muito cedo, que deveríamos cuidar da nossa casa comum, planeta terra, para termos vida sustentável. E foi o que ele fez com tanta garra. Depois, se formos buscar os princípios da Economia Solidária (autogestão, cooperação, participação, solidariedade, consumo ético e solidário e preservação do meio ambiente), encontraremos neles as mesmas bandeiras defendidas por Chico Mendes. Pensando assim e olhando nossa realidade atual, não é possível pensar em comemorar a Economia Solidária apenas um dia por ano,
porque ela é realidade permanente em nosso cotidiano.
- Todo dia é dia de pensar numa nova sociedade e numa nova economia;
- Todo dia é dia de cuidar vida de todos os seres criados;
- Todo dia é dia de pensar e agir de forma criativa e coletiva;
- Todo dia é dia de organizar nossas ações, articulando-as em favor da vida;
- Todo dia é dia de Consumo Ético e Solidário;
- Todo dia é dia de ser Solidário/a!
Assim, espalhados em todas as regiões do Brasil e do mundo, milhares e milhares de pessoas, de famílias, de grupos nos mais variados ramos se fortalecem organizados nesse modelo econômico de viver: Uma economia que não pensa no acúmulo, no consumismo, no capital... mas que investe suas forças em favor de uma vida sustentável, agradável, de respeito e acolhida ao diferente.

Amigos/as Leitores/as!
Vamos reforçar esta ciranda? Sairemos ganhando um Planeta diferente e teremos Vida mais plena.



Versão para impressão
    Sobre o autor
Dalvina Maria Pedrini

Irmã Catequista Franciscana e Integrantee da equipe do Banco Pire de Dourados.
Outros artigos

  » O que é uma Economia Solidária?
  » Comunhão com o povo de Brumadinho
  » NOTA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS CATEQUISTAS FRANCISCANAS
  » Confie Sempre
  » Sementes de ontem, frutos de hoje, Sementes de hoje, frutos de amanhã!
  » Só de Sacanagem
  » Eleições 2018:Compromisso e Esperança
  » Economia Solidária como alternativa e crítica ao capitalismo
  » Os Jogos Olímpicos entre patriarcado e elitismo
  » Conhecendo o Cerrado
  » 2ª Romaria do Cerrado
  » Campanha de Coleta de Assinaturas #Contra o Golpe #Fica Dilma #Avança Senaes
  » TRAJETORIA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA E BANCO PIRE EM DOURADOS - MS
  » A dolorosa resistência dos Guarani Kaiowá
  » Violência contra guaranis no Brasil pode ser considerada uma crise humanitária
  » Sobre a Água
  » A crise é hídrica, não energética
  » Sobre a água: Sem drama. Sem sentido. Sem vida!
  » Plebiscito popular por reforma política é nesta semana
  » Reforma política: somar, não dividir!

1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - Próxima
Banco Pire 2020 - Rua Ramão Osório, N° 10 - Vila São Braz - Dourados - MS - CEP: 79843-250
Fone: (67) 3020-2504 / (67) 99657-2504 - E-mail: ammbancopire01@gmail.com