Movimento pede Secretaria Especial de Economia Solidária
(30 de abril de 2011)

A notícia de que a Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), vinculada ao Ministério do Trabalho e Emprego, deixaria de existir e se submeteria a uma Secretaria Especial de Micro e Pequenas Empresas, proposta no Projeto de Lei (PL) 865, não agradou em nada ao movimento de Economia Solidária (ES), que classifica a ideia como um retrocesso para o setor. Desde que o governo anunciou essa intenção, o movimento de ES, que almeja ter um ministério para o setor, vem elaborando propostas de emenda ao PL 865.

A reportagem é de Tatiana Félix e publicada por Adital, 29-04-2011.
No último dia 26, a Setorial Nacional de Economia Solidária do PT se reuniu em Brasília, Distrito Federal, para discutir com outras entidades do movimento, propostas de emendas ao projeto. O motivo das alterações é que, de acordo com o coordenador da Setorial, Niro Barrios, o PL não dá conta à dimensão que a ES tomou durante o governo Lula, que criou a Senaes em 2003.
Segundo ele, a Senaes possibilitou a criação de políticas públicas nos estados e promoveu o fortalecimento e a expansão dos empreendimentos econômicos solidários, das incubadoras universitárias, assim como das atividades solidárias em todo o país.
"Dentro deste contexto é que estão as modificações, defendendo as resoluções da II Conferência Nacional de Economia Solidária, onde foi apontada a necessidade de se criar um ministério para a economia solidária", explicou.
Ele disse que para atender as necessidades dos segmentos de ES e micro empresas, o movimento pede que o governo crie, então, uma Secretaria Especial de Economia Solidária e Micro e Pequenas Empresas. Niro ressaltou que essa nova secretaria, assim como outras já existentes, estaria ligada diretamente à Presidência da República e teria o ‘peso semelhante ao de um ministério.
Niro defendeu que, caso seja criada, a secretaria especial avançará em questões como comercialização e acesso ao crédito, que são ainda dificuldades para os empreendimentos solidários.


    Outras notícias
  » 3ª feira do Cerrado
  » Manifestação da CNBB
  » Primeiro encontro da Rede de Economia Solidária
  » Incubadoras da UEMS e UFGD oferecem curso de Economia Solidária
  » VI Conferência Internacional de Pesquisas e Estudos sobre Economia Social e Solidária
  » Encontro de Planejamento e Novas Perspectivas para a Rede Brasileira de Bancos Comunitários O Banco Comunitário Digital e a Plataforma E-dinheiro
  » Rede Brasileira de Bancos Comunitários compra plataforma E-dinheiro
  » Inauguração da Central de Comercialização da Rede de Economia Solidária
  » Central de Comercialização da Rede de Economia Solidária da Cidade de Dourados
  » Audiência pública reúne mais de 300 representantes da economia solidária
  » Audiência Pública pelo avanço da Política Nacional de Economia Solidária
  » III Seminário Nacional dos Fundos Solidários
  » Texto Referencial - Preparação para o 3º Seminário Nacional de Fundos Solidários
  » Moeda Social Pira pire já encontra cadastrado na Moeda Eletrônica
  » Romaria do cerrado
  » Banco da Cascata e Banco Justa Troca em Porto Alegre
  » Campanha de Coleta de Assinaturas #Contra o Golpe #Fica Dilma #Avança Senaes
  » Reunião com Tecnica da Cáritas Brasileira
  » Curriculo
  » ONG Mulheres em Movimento tem Nova Coordenação

1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10 - 11 - 12 - 13 - Próxima
Banco Pire 2020 - Rua Ramão Osório, N° 10 - Vila São Braz - Dourados - MS - CEP: 79843-250
Fone: (67) 3020-2504 / (67) 99657-2504 - E-mail: ammbancopire01@gmail.com