Recados

Banco Pire 13 Mai, 2014

O Banco Pire realizou neste mês de abril mais 5 créditos, beneficiando mais ou menos 30 pessoas diretamente.
É assim que se vai construindo uma nova Sociedade, onde juntos buscamos as soluções para os problemas que aparecem.

Banco Pire 27 Mar, 2014

O Banco Pire está com mais dois novos serviços:
ContArt - atividades de contação e recriação de histórias com crianças, e
MusicArt - atividade de músicas (violão) com adolescentes e jovens.
Participe você também

neusa 04 Ago, 2013

BENEFICIADOS COM O CRÉDITO
Empreendimentos: 426 - Valor repassado 500.000,00
Ponto de Finanças: 28 - Valor repassado 22.670,00
Total - ---------------------------------------------- 522.670,00
Em Pirapire: Cidade: 31 - Valor repassado 13.000,00
Bairro: 115 – Valor repassado 10.625,00
Total - ---------------------------------------------- 23.625,00

Banco Pire 22 Abr, 2013

Soluções para diminuir o Aquecimento Global

• Diminuir o uso de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, querosene) e aumentar o uso de biocombustíveis (exemplo: biodíesel) e etanol.
• Os automóveis devem ser regulados constantemente para evitar a queima de combustíveis de forma desregulada. O uso obrigatório de catalisador em escapamentos de automóveis, motos e caminhões.
• Instalação de sistemas de controle de emissão de gases poluentes nas indústrias.
• Ampliar a geração de energia através de fontes limpas e renováveis: hidrelétrica, eólica, solar, nuclear e maremotriz. Evitar ao máximo a geração de energia através de termoelétricas, que usam combustíveis fósseis.
• Sempre que possível, deixar o carro em casa e usar o sistema de transporte coletivo (ônibus, metrô, trens) ou bicicleta.
• Colaborar para o sistema de coleta seletiva de lixo e de reciclagem.
• Recuperação do gás metano nos aterros sanitários.
• Usar ao máximo a iluminação natural dentro dos ambientes domésticos.
• Não praticar desmatamento e queimadas em florestas. Pelo contrário, deve-se efetuar o plantio de mais árvores como forma de diminuir o aquecimento global.
• Uso de técnicas limpas e avançadas na agricultura para evitar a emissão de carbono.
• Construção de prédios com implantação de sistemas que visem economizar energia (uso da energia solar para aquecimento da água e refrigeração).

Rozembergue Marques 19 Abr, 2013

Economia Solidária: verniz social no conservadorismo, por Rozembergue Marques.

Vale um destaque aqui para a recriação da secretaria de Economia Solidária, gestada e muito bem gerida na administração do ex-prefeito Tetila.Como bem explicou o vereador Elias Ishy, a economia solidária é um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Sem explorar os outros, sem querer levar vantagem, sem destruir o ambiente. Cooperando, fortalecendo o grupo, cada um pensando no bem de todos e no próprio bem, sob orientação do poder público, que oferece cursos (os “coletivos”) destinados à capacitar para a geração de renda.

A economia solidária vem se apresentando, nos últimos anos, como inovadora alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social.

Compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas auto-gestionárias, redes de cooperação, entre outras, que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo solidário.


  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • Mostrando do ao 10º recado, do total de 20 distribuídos em 4 página(s)


Deixe o seu recado